SERGIO BERNARDES

Um dos arquitetos mais influentes do Brasil, o carioca é dono de um estilo arquitetônico único.

Sergio Bernardes foi um grande representante da arquitetura brasileira. Desenvolveu milhares de projetos, e deixou um legado impressionante, dentre obras executadas e croquis de incríveis trabalhos nunca vivos fora do papel. O arquiteto se condolidou como um dos principais profissionais da segunda geração de da arquitetura moderna do país. 
Depois de abandonar uma vida cheia de luxo (sua casa era frequentada por nomes bastantes conhecidos, desde a família Kennedy até os integrantes da banda Os Mutantes), Sergio abdicou também de seu casamento e passou a viver uma vida bastante idealista. Passou a comungar de grande paixão pelo urbanismo e aproveitamento dos espaços urbanos. Sonhou com cidades futuristas e interativas.
Entre suas grandes obras, ficaram o espetacular Centro de Convenções Ulysses Guimarães e o projeto do Clube Cota Mil, ambos em Brasília. Hoje, o nome de Bernardes reverbera nas principais discussões acerca da arquitetura social (e inclusive virou documentário escrito por Thiago Bernardes, seu neto), mas nem sempre foi assim. Enquanto vivo, o nome de Sergio Bernardes foi sempre ligado à Ditadura Militar, depois que o arquiteto se envolveu com o regime, assinando obras para os militares.