Casa Alta

Grandes blocos foram espalhados pela arquitetura, em um verdadeiro jogo de sobreposições.


O primeiro desafio que o arquiteto Giovanni Borges precisou vencer no projeto desta casa de 720 m² foi o desnível de 10 metros do terreno. Superado este ponto e garantida a posição privilegiada da residência, era o momento de planejar a fachada. Giovanni procurou o charme do estilo contemporâneo e investiu na volumetria. Grandes blocos foram espalhados pela arquitetura, em um verdadeiro jogo de sobreposições. Para deixar mais bela e suave a casa, o profissional incluiu placas de vidro entre os blocos da fachada. Outro destaque foi o revestimento de pedra que separa a entrada da garagem. O arquiteto prosseguiu com o projeto instalando a área social e a cozinha no térreo, e as três suítes no andar superior. A integração se fez presente em todos os ambientes sociais, o que trouxe mais amplitude às áreas. Borges se preocupou ainda em conectar os interiores ao espaço da piscina e não hesitou em projetá-la com o recurso da borda infinita. Outro aspecto importante do décor foi a escolha das cores. O arquiteto utilizou tons off-white, o que trouxe elegância aos ambientes. Marcas que participaram do projeto: CRS Esquadrias, EBM Mármores e Granitos, In Plant Paisagismo, Vista Esquadrias.

COMENTÁRIOS

Seja o primeiro a comentar!

* Campos obrigatórios. Seu email não será divulgado.