SIMONE MOURA

Entrevistas

Projetos

FORMAÇÃO:
Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Católica de Goiás (UCG).

ÁREA DE ATUAÇÃO:
Arquitetura e interiores. Projetos executados em Goiás (capital e interior), Distrito Federal, São Paulo e Belém do Pará.

Assistir ao primeiro show da Legião Urbana, em Goiânia, e curtir, sob uma chuva insistente, a apresentação da banda norueguesa A-Ha, no Ginásio Rio Vermelho.

Assistir ao primeiro show da Legião Urbana, em Goiânia, e curtir, sob uma chuva insistente, a apresentação da banda norueguesa A-Ha, no Ginásio Rio Vermelho, não é para qualquer um. Simone Moura, no entanto, esteve presente não só nestes dois eventos históricos para a capital do estado, como em tantos outros ligados à música dos anos 1980. A paixão pela década da irreverência se materializa na coleção de DVDs musicais de grupos que adora, como U2, Plebe Rude, The Police e Supertramp.
Esta é, basicamente, a trilha sonora para os eventos que, pelo menos duas vezes por semana, organiza em sua casa. Ela e o esposo, o chef Alexandre Zampollo, adoram receber os amigos em casa, mas fica a cargo dele, que já foi dono de dois restaurantes em Goiânia, entre eles o Zampollo, a preparação dos pratos. A ela, resta a “difícil” função de degustá-los. Papel que assume com muito orgulho, ainda mais se ele fizer o Penne Bizâncio, receita que leva tomate seco, creme de leite e muçarela de búfala com manjericão.



Simone Moura também encontrou na dança uma forte ligação. Ainda adolescente, frequentava com amigos o Rock Palace, festa no Clube Jaó que permeou os anos 80 considerada uma das melhores pistas de danças goianas. Depois, veio a dança moderna, que praticou por dez anos, e, mais recentemente, o street dance, estilo que a conquistou de primeira e ao qual se dedicou por mais seis anos. Somando-se à música e à dança, estão as viagens na garupa da Boulevard 1500 de Alexandre, com a qual já percorreram muitos estados brasileiros fazendo paradas estratégicas para conhecer os melhores restaurantes que encontravam pelo caminho.



Aos 30 anos, a arquiteta realizou o sonho de morar fora do Brasil. Escolheu a Califórnia como destino e, por dois meses, morou com uma japonesa na casa de uma família norte-americana. Com a nova amiga, viajou para Los Angeles, Grand Canyon, Las Vegas e outras cidades igualmente interessantes. Além do curso de inglês que fez durante a viagem, criou fortes laços de amizade que se sobrepõem à distância e ao tempo e visitou obras bastante criativas, como o parque de diversão WonderWorks, uma construção que chama a atenção já pelo lado de fora: uma grande mansão branca de cabeça para baixo.




Toda essa agitação, por sua vez, fica um pouco à parte na arquitetura da profissional. O estilo de Simone é mais clean, com linhas retas e alguns detalhes rústicos, sendo o trabalho de João Armentano uma grande inspiração para ela.



O ferro envelhecido, cerâmicas artesanais e a madeira, principalmente as mais trabalhadas, são elementos quase sempre presentes em seus projetos, contemporâneos, e que transmitem a sensação de aconchego.

Endereço: Avenida T-13, quadra 166, lote 1, sala 2310, Edifício Santorini, Setor Bueno, Goiânia, Goiás

Telefone: (62) 3941 7942

Celular: (62) 99241 8389

Email: simonesmarq@gmail.com

ENVIAR MENSAGEM / OBTER CONTATO