O filtro de água mais eficiente do mundo

Eficiência do nosso charmoso filtro de barro é reconhecida por pesquisa norte-americana

Segunda, 04 de julho de 2016
Os tradicionais filtros de barro das casas mais tradicionais brasileiras estão há décadas sendo substituídos por mecanismos mais modernos de filtragem, ou pelos galões de água mineral. O item, antes presente na maioria dos lares brasileiros, hoje se tornou um elemento raro, alçado ao patamar de relíquia nas cozinhas país afora.



No entanto, pesquisa realizada nos Estados Unidos e divulgada no livro do autor Colin Ingram - The Drinks Water Book – está prestes a mudar o status desse relegado item. Isso porque foi comprovado que o filtro de barro apresenta o mais eficiente sistema de filtragem de água no mundo.

Seu mecanismo simples utiliza o barro como matéria prima principal dos recipientes, e a vela de cerâmica com carvão ativado. A força da gravidade permite que a água passe de um recipiente ao outro em forma de gotejamento. Ao fazer a passagem pela porosidade da vela de cerâmica, o carvão ativado consegue reter o excesso de cloro, pesticidas, ferro, alumínio e até de chumbo que podem estar presentes no líquido.



Considerado uma desvantagem pela demora, o sistema de gotejamento é um importante mecanismo no combate a um parasita muito comum na água, o Criptosporidiose, que causa diarreia e gastrenterites. A dificuldade causada pela passagem da água pelos microporos literalmente mata os microorganismos nocivos à saúde.

Os outros sistemas de filtragem ligados diretamente a torneiras são mais rápidos na filtragem pois contam com a ajuda da pressão da água saída da torneira. Mas apresentam a desvantagem da própria pressão forçar, junto à passagem da água, elementos prejudiciais à saúde. A pesquisa ainda afirma que as novas tecnologias lançadas pouco agem contra a presença de flúor ou arsênio que possam estar presentes na água.

O filtro de barro, além de possuir um custo acessível para sua aquisição, podendo ser encontrado a partir de R$45, ainda tem um sistema simples de manutenção. É recomendado que se lave o seu interior com bicarbonato de sódio e uma bucha limpa. As velas não devem ser lavadas com açúcar, sal ou outro tipo de mantimento. Sua superfície porosa pode ser corrompida dessa forma. O ideal é utilizar uma bucha nova e muita água corrente. Mas caso queira substituí-la, é possível encontrá-la a partir de R$6. Saúde!

COMENTÁRIOS

Seja o primeiro a comentar!

* Campos obrigatórios. Seu email não será divulgado.