Conjunto da obra

Arquiteto Paulo Mendes da Rocha recebe prêmio italiano e tem atemporalidade de suas criações evidenciada

Segunda, 09 de maio de 2016
Muito merecidamente, diga-se de passagem, o arquiteto Paulo Mendes da Rocha foi anunciado como o vencedor do Leão de Ouro pelo conjunto da obra na Bienal de Arquitetura de Viena. Um dos mais consagrados profissionais do país, ele entra para a história – mais uma vez – como o primeiro brasileiro premiado pela mostra italiana, que esse ano foi comandada pelo chileno Alejandro Aravena.



Com obras reconhecidas por sua força e impacto visual, Mendes da Rocha teve como fator mais reverenciado a atemporalidade de suas obras. Aravena destacou como “atributo mais marcante de sua arquitetura” a forma como as criações do brasileiro se mantém atuais, tanto estética quanto fisicamente, mesmo com o avanço dos anos. Outro ponto levantado por ele é o fato de Paulo Mendes da Rocha ser uma referência para gerações de novos arquitetos não só no Brasil.

Mendes da Rocha receberá o prêmio no dia 28 de maio, em Veneza. Entre os seus inúmeros projetos consagrados, alguns têm aspectos que merecem ser ressaltados novamente. Para a reforma da Pinacoteca de São Paulo, Paulo Mendes da Rocha se aliou a Eduardo Colonelli, Wellington Torres e o artista plástico Emanoel Araújo para reestruturar o museu artístico mais antigo da capital paulista. Confira: http://www.anualdesign.com.br/blog/3295/a-pinacoteca-de-sao-paulo/

O Cais das Artes, no Porto de Vitória, no Espírito Santo, foi sua primeira obra em sua terra natal. Confira aqui: http://www.anualdesign.com.br/blog/4631/arquitetura-para-arte/



No ano passado o brasileiro inaugurou o Museu Nacional dos Coches, em Lisboa, com uma atmosfera lúdica. Veja: http://www.anualdesign.com.br/blog/8950/exposicao-a-ceu-aberto/

Vale a ressalva de que há exatos dez anos o arquiteto era consagrado mundialmente ao se tornar o segundo brasileiro a receber o Prêmio Pritzker. Antes dele somente Oscar Niemeyer em 1988. Relembre aqui: http://www.anualdesign.com.br/blog/7220/premio-pritzker/



Sobre o arquiteto:
Paulo Mendes da Rocha é formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Mackenzie e um dos principais nomes da produção arquitetônica brasileira. Nascido em Vitória, ES, em 1928, ele já declarou que se criou contemplando a engenhosidade do mundo. Além do Pritzker – que antes dele o único brasileiro a receber foi Oscar Niemeyer –, Mendes da Rocha também foi reconhecido pelo Prêmio do Ministério da Cultura Brasileiro, em 1998, e consecutivamente pelo I e II Prêmio Mies van der Rohe de Arquitetura Latino-Americana, em 1999 e 2000.
 

COMENTÁRIOS

Seja o primeiro a comentar!

* Campos obrigatórios. Seu email não será divulgado.