Natureza Humana

O fotógrafo francês Cal Redback lançou uma inusitada série de manipulações que misturam a estética humana à plantas.

Segunda, 09 de novembro de 2015
Cal Redback é um fotógrafo francês que trabalha com manipulação de imagens, a maioria envolvendo distorções do corpo humano, seja em tamanho, forma... ele usa várias técnicas de edição para sublimar seus cliques.
 

Com habilidades afiadas em fotografia digital e retoque, e um interesse na manipulação do corpo, Redback concebeu uma série de composições surreais que deformam os indivíduos ao mesclar sua feição à plantas.
 

Essa mescla pode fazer os espectadores se sentirem desconfortáveis. As imagens surreais capturam perfeitamente a tensa relação ainda profundamente conectados entre seres humanos e natureza.
 

A série fotográfica Treebeards traz a união do rosto humano com plantas. Através de avançados recursos de edição, o artista remove, mistura e substitui parte do rosto das pessoas fotografadas pelo crescimento selvagem de plantas.
 

Uma imagem singular intitulada Herbraiser traz uma imagem que carrega uma impressão perturbadoramente realista de um rosto feminino com espinhos crescentes, da mesma forma que aconteceria no cabo de uma rosa.
 

No geral, a metamorfose das características mortais em formas de vida alternativas botânicas, nos faz questionar o termo "natureza humana" como ‘novas’ espécies de criaturas híbridas.


Cal Redback 
O fotógrafo que vive hoje em Paris, trabalha com fotografia e manipulação de imagens há mais de 10 anos mas seu trabalho começou a ter visibilidade através de mídias como o Flickr e o próprio Facebook. Com o corpo humano como seu princiapl tema, Redback desconstroi o ser, de diferentes formas, resultando em um trabalho surreal. Seu trabalho tem causado grande repercussão devido à estética curiosa e - para alguns - agoniante.
De acordo com ele, a série surgiu da ideia  de "[...] fazer uma exposição dupla como estamos habituados a ver, mas quando eu comecei a misturar-los no Photoshop, eu percebi que eu poderia ser um pouco mais criativo e realista. Então, depois de muitas horas (e um pouco mais), aqui estão elas."


 
 

COMENTÁRIOS

Seja o primeiro a comentar!

* Campos obrigatórios. Seu email não será divulgado.