Refúgio no Cerrado

Eduardo e Karla Bittar equilibram com maestria decoração e arquitetura, apostando na descontração e complementaridade, em um projeto desenvolvido no cerrado brasileiro

Terça, 12 de maio de 2015
A descontração tomou conta desta decoração começando pelo contraste do mobiliário em amarelo e obras de arte com tonalidades fortes contra o restante do design neutro. Piso de mármore travertino, madeira cumaru na marquise, esquadrias em cor escura, que combinam com o mosaico de barro, com o jardim vertical e também com a pedra asiática na piscina, criam cenário para as cores.

O ponto forte do projeto Casa JJ é a integração. Todo o conjunto arquitetônico combina interior e exterior. Luz e sombra. Cores neutras e tons quentes. Neste projeto, de Eduardo Bittar e Karla Bittar, os objetos dialogam entre si e com a arquitetura, de forma complementar, criando uma atmosfera extremamente acolhedora e despretenciosa, mas plena.

A casa de 595 m² foi construída em Anápolis e exibe design despojado e fluido, onde a integração entre os ambientes propõe comunicação entre gramado e estar, piscina e varanda, mas mantendo a possibilidade de privacidade, caso a família opte por recolher as portas de vidro que separam os espaços.













COMENTÁRIOS

Equipe Anual Design 14/05/2015 17h19

É um incentivo saber que pessoas como você acompanham nossas publicações. Sua observação sobre o texto foi acatada. Nossa intenção foi situar o leitor no bioma que caracteriza o estado de origem do projeto mas já revisamos para comunicar melhor nossa proposta. Agradecemos esta e as futuras colaborações de parceiros atentos como você.

Raí Costa 13/05/2015 22h57

Sou fã e sempre visito a página, admiro o belo trabalho que fazem divulgando tantos projetos bacanas. Mas confesso que não entendi o "em pleno cerrado". Soou estranho.

* Campos obrigatórios. Seu email não será divulgado.