4 ANOS DE INSTAGRAM EM 10 IMAGENS

Preparamos uma seleção com 10 fotos impressionantes postadas na rede social, que completou quatro anos em julho de 2014.

Domingo, 02 de novembro de 2014
Eternização de momentos. Captura do instante exato. Registro de cenas incríveis. Essas são algumas das características que podemos atribuir à fotografia. Desde os primórdios – uma das primeiras datam do ano de 1852, na França -, as fotografias sempre tiveram um viés artístico muito grande, uma vez que permitem diversas interpretações da realidade. Tudo depende do olhar do fotógrafo, que na maior parte das vezes retrata aquilo que vê de forma poética.
E na internet, como não poderia ser diferente, sempre existiram redes sociais com a temática das fotografias. O Fotolog foi uma delas, bem popular no Brasil no começo dos anos 2000. O país chegou ao terceiro lugar do ranking no número de usuários, com quase 1,5 milhão de pessoas. Mais recente, há 4 anos nascia outro grande nome desse cenário. Em julho de 2010, o mundo conheceu o Instagram. Inicialmente, o aplicativo era permitido apenas para o sistema iOs (operacional dos aparelhos da Apple). Em Abril de 2012, usuários do sistema Android passaram a ter suas contas no app. Em menos de um semana depois, o Instagram foi integrado ao Facebook.


Está é a primeira foto postada no Instagram, no dia 16 de julho de 2010, por um dos fundadores da rede social, Kevin Systrom, hoje CEO da empresa.


Hoje, é uma rede com mais de 200 milhões de usuários ativos. Para comemorar os seus 4 anos de vida, selecionamos algumas fotos da seleção que o próprio Instagram faz semanalmente em seu escritório, na qual aponta fotos e usuários com a galeria de fotos interessante. Você está no Instagram? Siga-nos lá: @anualdesign.


@THASSIOF
O Instagram escolheu uma foto deste usuário brasileiro, @thassiof, e junto a isso fez um convite para as pessoas conhecerem a Chapada Diamantina, e a gente endossa. O local é o refúgio ideal para fugir da agitada capital baiana (fica a 400 km de Salvador). Localizada no Vale do Pati, a reserva, da qual fazem parte as trilhas e maioria das cachoeiras, só pode ser acessada a pé ou alugando-se mulas. É importante frisar que as caminhadas são de cerca de 22 quilômetros por dia. As opções de acomodação também são escassas, sendo pequenas pousadas ou até mesmo as casas dos pouco menos de 100 habitantes do lugar.




@MAMOTORAMAN
Nesta foto, tirada em Tóquio, o instagrammer Mamoru Kanai está com sua bicileta. Em seu feed, ele posta fotos diárias pedalando por aí. Ele deu o nome “Riding Pop” à série de fotos com a temática. Ele vai em bairros diferentes, pedalando, e um amigo dele tira as fotos, especialmente nos momentos em que ele se equilibra somente em uma das rodas da bike. Ao invés de utilizar uma bicileta mais técnica, o diferencial de Kanai está em utilizar uma mamachari, uma espécie de ‘bicileta-da-mãe’, o tipo mais genérico que se pode encontrar no Japão, e que vem com uma cesta ou um banquinho para crianças (ou até mesmo os dois, como no caso de Mamoru).




@GMATEUS
No feed de Gabriela, uma portuguesa que vive em São Paulo, arte e fotografia se misturam. Durante uma visita à instalação Transarquitetônica, criada pelo artista plástico Henrique Oliveira, ela tirou uma foto desta que é a maior obra da carreira do profissional. A instalação ocupa um espaço de 1600m² e fica até novembro no Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo.




@SASHALEVIN
Para Sasha Levin, russo de Moscou, a simetria é a chave de tudo. Por isso, sempre que está nas ruas ele busca alguém para completar a composição de seus shots. Ele busca encontrar a harmonia perfeita entre as pessoas e o espaço que elas estão ocupando. Isso rende inúmeras fotos interessantes, e ele é dono de uma galeria de fotos impressionante.




@TWISTDEE
Denise Kwong mora em Sydney, na Austrália, e o que mais encanta a fotógrafa na cidade é a mistura do urbano com o litoral. Ela acha que a cena de Sydney é bem diversificada. Segundo a profissional, ela adora na praia de Maroubra Beach, no Mahon Pool e na Turimetta Beach, sem falar nas montanhas do Blue Mountains. Ela obriga seus amigos a posarem para a maior parte das fotos que tira, como essa da postagem, onde eles posam de forma engraçada, interagindo com as nuvens.




@MATTBLACK_BLACKMATT
Matt Black é um fotojornalista da California. Em seu feed, retrata a parte rural das fazendas californianas, onde o profissional nasceu e foi criado. Matt resolveu liderar um movimento que tenta fazer um tipo de mapa da pobreza nos Estados Unidos. As pessoas fotografam o estado de alguns lugares e cidades, a fim de criar uma espécie de panorama geral acerca da realidade do país. As fotos são de tirar o fôlego.




@MARCELONAVA
O diretor de criação brasileiro Marcelo Nava é também o criador da série #roundseries. Quando estudou simbolismo na faculdade, o profissional se atentou à importância das formas para a história. A partir de então, passou a fotografar tudo de forma circular, seja a moldura da foto, o objeto fotografado, o enquadramento. O fotógrafo possui um feed impressionante!




@MANONWETHLY
A designer gráfico holandesa Manon Wethlij criou o movimento #flyingstuff, no qual fotos de objetos (geralmente líquido) em movimento são marcados, com o intuito de as pessoas identificarem o que quiserem nas formas. Depois de estudar arquitetura e design, ela admite que é a fotografia que fala mais alto, arte à qual ela dedica algum tempo diariamente.




@LOGAN_MB
A galeria de fotos do fotógrafo Logan Mock-Bunting é totalmente voltada para o oceano. Desde muito pequeno, Logan nada, surfa, mergulha e pesca, estando em contato direto com o mar por anos. Tenta diminuir a distância que existe entre o mar e as pessoas, retratando que a vida aquática é bem interessante e muito diversificada.




@WIDEEYEDLEGLESS
Dona de um olhar quase monocromático, a galeria da blogueira e designer Madelynn Furlong encanta pelos tons leves e detalhes. Ela é bem conhecida em Minneapolis e sua galeria de fotos no Instagram funciona como uma continuidade de sua expressão de arte, refinada e super acessível. A profissional adora os tons preto e branco e gosta de focar no contraste de cores e formas e da regra dos terços.

COMENTÁRIOS

Seja o primeiro a comentar!

* Campos obrigatórios. Seu email não será divulgado.