Arthur Casas, David Bastos, Isay Weinfeld, Márcio Kogan e Roberto Migotto assinam nossa seleção de fachadas

25 projetos assinados por um time de talentos, para inspirar você .

Quarta, 08 de março de 2017
A arquitetura brasileira está repleta de grandes profissionais. Pela diversidade cultural de nosso país, somos contemplados com obras multifacetadas, sempre ricas em referências às nossas formas e cores. Além disso, muitos deles utilizam diversos elementos naturais na composição de seus desenhos. Nesta publicação, escolhemos cinco arquitetos para apreciarmos um pouco mais de seus trabalhos. São 25 projetos de fachadas assinados por um premiado time de arquitetos: Arthur Casas, David Bastos, Isay Weinfeld, Márcio Kogan e Roberto Migotto. Aproveite as ideias e inspire-se!


ARTHUR CASAS
O arquiteto Arthur Casas já teve suas obras em destaque de São Paulo a Tóquio, de Paris a Nova Iorque. Seus projetos são feitos utilizando formas limpas e muito harmônicas entre si.  São Paulo é uma das fontes de inspiração do profissional, que a considera rica em informações e dona de um cenário perfeito para experimentações.

CASA QUINTA DA BARONEZA (SÃO PAULO)

Para este grande projeto, Casas utilizou-se de tijolinhos de demolição para criar a fachada da residência. A integração do material com a natureza acontece de forma natural. O desnível foi bem aproveitado na construção. Detalhes em madeira adicionam ainda mais sofisticação à composição. Conheça mais deste projeto!

CASA JARDIM PAULISTA (SÃO PAULO)

O grande paredão verde criado neste projeto por Casas é um dos pontos cruciais da fachada. O diálogo do green wall - formado por espécies nativas da Mata Atlântica - acontece de forma quase espontânea com o fechamento em madeira. A entrada da casa acaba se diferenciando bastante da paisagem urbana do local. Leia mais sobre este projeto!

CASA DO ARQUITETO EM IPORANGA (SÃO PAULO)
Neste projeto, o refúgio do arquiteto em Iporanga, São Paulo, a sustentabilidade, uma de suas marcas, existe em abundância. A maior parte da construção é feita com concreto revestido em madeira cumaru certificada. Faz parte da concepção da residência, ainda, partes intocadas da Mata Atlântica. A obra é ainda mais valorizada pelo verde que a rodeia. Descubra mais sobre esta casa! 

RESIDÊNCIA SANTANA DE PARNAÍBA (SÃO PAULO)

O projeto desta residência conta com muita transparência, o que significa abundância de luz natural. Com a ideia de integração em mente, Arthur Casas conseguiu unir os ambientes de forma sutil e funcional. O jardim complementa a moderna composição. Saiba mais sobre este audacioso projeto!

TP BLUMENAU (SANTA CATARINA)

Utilizando materiais naturais, a fachada desta casa possui um diálogo intenso com as espécies de plantas nativas e com o paisagismo idealizado para o projeto. A madeira utilizada na construção adiciona modernidade sem deixar de se comunicar com a sustentabilidade, grande marca do arquiteto. 


DAVID BASTOS
O baiano David Bastos nasceu numa família de médicos, mas resolveu seguir seu próprio caminho. Formado pela Universidade Federal da Bahia, Bastos começou sua carreira com o setor público, trabalhando com habitações populares e planejamento urbano. Hoje, seus projetos primam pelo conforto, informalidade e respeito às características do espaço. Gosta de mixar o novo com o antigo, tornando seu estilo singular.

BUSCA VIDA 09 (BAHIA)
Neste projeto, Bastos conseguiu fazer uma composição bem bucólica, emprestando o ar subjetivo das plantas à fachada da casa. A cor branca é a predominante, sendo utilizada desde as pedras dispostas em um mosaico na entrada às brises que complementam a estrutura.

CASA 14 (BAHIA)

A cor predominante aqui é uma marca deste projeto, que remonta a uma casa de sítio. A fachada é muito simples e seu diferencial está nas madeiras utilizadas na composição. Das estruturas de sustenção do telhado às portas e janelas, o mesmo tipo de madeira confere à casa um ar mais rústico, dialogando bem com o paisagismo criado.

TERRA VISTA LOTE 30 (BAHIA)

A fachada desta casa é uma boa representante do estilo de Bastos. Nela é possível enxergar a integração que o arquiteto faz com a natureza, providenciando um ar rústico ao projeto com materiais naturais, como a madeira. Os vidros da porta em um tom azulado emprestam requinte à entrada. As cores utilizadas na construção, outra marca de David, ajudam o projeto a se aproximar ainda mais com a natureza. O alegre jardim próximo à escada adiciona charme ao ambiente.

TERRA VISTA LOTE 62 (BAHIA)
A assinatura de David Bastos é visível neste projeto, que tem um paisagismo bem planejado. Com ares de simplicidade, a casa ganha uma garagem com portão de madeira, o que dá ao projeto a rusticidade que é característica do arquiteto.

TERRA VISTA LOTE 31 (BAHIA)
A composição desta fachada está concentrada no diálogo entre os materiais naturais (madeira e pedras) com o paisagismo. Os degraus de madeira são convidativos, enquanto as pedras da pista que dá acesso à garagem emprestam conforto. A rusticidade, típica dos projetos de David Bastos, está presente nos pilares. 


ISAY WEINFELD
Isay mantém desde 1973 um escritório de caráter multidisciplinar, onde desenvolve seus projetos para várias frentes de trabalho. Nascido na capital paulista, em 1952, o arquiteto formou-se pela Mackenzie, e já fez trabalhos para cinema, cenografia, design de mobiliário e está sempre em busca de novos desafios.

CASA DECK (SÃO PAULO)
Apaixonado por cinema, Weinfeld desenvolveu este projeto como se fosse um roteiro de um filme de suspense. A casa vai se revelando à medida que vai se observando. E sua fachada já tem um bom resumo disso. As grandes janelas, quando fechadas, transformam a construção em uma espécie de retângulo maciço. Além disso, é totalmente integrada à natureza.

CASA GRÉCIA (SÃO PAULO)

Uma assinatura do trabalho de Isay são os elementos naturais trabalhados, geralmente, com elementos mais sóbrios. Neste projeto, o branco dialoga com a madeira do fechamento da entrada e de outra parte da casa. A árvore preservada na calçada da residência junto ao paisagismo idealizado finalizam a composição com bastante estilo. Conheça mais deste projeto!

CASA MARROM (SÃO PAULO)
Neste projeto, Weinfeld utiliza bastante de sua marca e estilo, e faz o fechamento dessa entrada com um grande painel de madeira, que dialoga com a estrutura de pedra da fachada e com a árvore que foi preservada na construção. O verde do paisagismo de dentro da propriedade faz um contraste visual interessante com os tons neutros da rua. Conheça um pouco mais deste projeto!

CASA PAU FERRO (SÃO PAULO)

Este projeto inteiro é marcado pelo estilo de Isay Weinfeld. Na fachada é possível observar o fechamento em painel de madeira pintada. A árvore, mantida no local, participa da composição com sua sombra. Os tons mais neutros dialogam com o verde do painel e com o restante da obra.

CASA SANTO AMARO (SÃO PAULO)
Neste amplo e arborizado terreno, Weinfeld criou um projeto de residência para se fugir do caos que é São Paulo. Na casa, totalmente integrada e com amplos ambientes, a natureza convida os visitantes e moradores a adentrarem a residência. A escada em madeira com corrimão em inox adiciona modernidade à construção. O paisagismo complementa a composição. Saiba mais sobre este projeto!


Marcio Kogan
Marcio Kogan é um arquiteto paulista que possui um estilo bem sofisticado de projetar suas obras. Consegue trabalhar bem linhas retas com uma decoração minimalista, em tons neutros e tem a habilidade de criar espaços amplos. Tudo isso com a preocupação de manter o conforto e o aconchego em seus projetos. Kogan gosta de utilizar o contraste de materiais naturais, como fibras, madeiras, pedras, o que acaba por contribuir para a criação de sua própria linguagem.

CASA 53 (SÃO PAULO)

Na fachada deste projeto, Marcio Kogan opta pelo fechamento total da residência em madeira, aproveitando na composição um pedaço da grande sombra da árvore da rua. No entanto, nem tudo é apenas o que parece. No painel, Kogan optou pela utilização de brises móveis. Quando fechados, proporcionam privacidade total. Ao serem abertos, promovem a integração do exterior com o restante da casa, além de dar movimento à fachada. Veja mais fotos e conheça o projeto todo!

CASA PARATY (RIO DE JANEIRO)

Localizada numa ilha particular, no Rio de Janeiro, a fachada deste projeto recebeu uma atenção bem descontraída do arquiteto. Kogan optou por construir a casa em blocos, uma de suas peculiaridades, fechando o andar superior com madeira. As pedras utilizadas para marcar o desnível do terreno com a areia enobrecem o projeto. A vegetação foi preservada, arrematando a composição. Veja mais detalhes deste projeto!

CASA OSLER (BRASÍLIA)
Com sua incrível marca, Kogan transforma cria uma fachada moderna para este projeto. Sustentada por discretos pilotis, a estrutura principal da casa parece flutuar, fazendo um constraste interessante na paisagem do lugar. As árvores e demais plantas da propriedade ajudam na composição. A pedra utilizada na pista da garagem empresta um tom mais despojado ao ambiente. Confira mais fotos e informações sobre este projeto!

CASA BR (RIO DE JANEIRO)
Totalmente integrada ao meio-ambiente, este projeto possui uma fachada atraente. A madeira, em contraste com o vidro e o concreto, dá vida a um cenário moderno. Os pilotis de madeira são essenciais à alma do projeto, pois acrescentam sofisticação. Os dois volumes revestidos com pedras dão um charme incrível aos vãos formados na parte debaixo da construção. Confira mais fotos e informações acerca deste projeto!

CASA CORTEN (SÃO PAULO)

A fachada criada por Kogan para este projeto é feita de aço Corten, que lembra uma textura oxidada. Além disso, ela torna possível a interação e contraste com os demais materiais utilizados, como pedra, madeira, cimento branco e vidro. A porta da garagem foi feita com tiras verticais de madeira. A porta da frente da casa também é feita do mesmo material. Mais uma fachada com marcas bem características do arquiteto. Veja mais fotos e informações do projeto!


ROBERTO MIGOTTO
O arquiteto Roberto Migotto nasceu no interior paulista, na cidade de Taubaté, e hoje mora na grande São Paulo. O profissional prioriza em seus projetos a luz natural e a integração de ambientes amplos, provendo conforto e praticidade às suas obras. Além disso, ele gosta de utilizar elementos modernos junto aos clássicos, criando composições atemporais.

CASA CAMPINAS I 
Esta fachada térrea possui linhas retas e grandes aberturas em vidro, o que proporciona iluminação natural em abundância para a casa. Os tons claros e a porta principal escura criam um contraste harmônico. A simetria do projeto é valorizada pelo paisagismo. 

CASA CUIABÁ 

Neste moderno projeto, Migotto utiliza elementos naturais para compor sua arquitetura. Do pergolado de madeira às escadas feitas em placas de mármore, os elementos dialogam entre si, integrando o ambiente à natureza. Construída num desnível natural do terreno, a composição é valorizada pelo paisagismo. 

RESIDÊNCIA SÃO PAULO I
Com características bem específicas do estilo de Migotto, esta fachada utiliza elementos naturais e tons claros para criar uma composição harmônica. Embora os tons neutros sejam leves, a parede de pedras empresta personalidade ao projeto. O paisagismo homogêneo comunica bem com o restante da obra.

CASA CAMPINAS IV
A fachada deste projeto é valorizada pelo paisagismo. O fechamento do pavimento inferior em madeira, constrastando com os tons do superior, criam uma composição direta. A grande abertura horizontal em vidro recebe um fechamento em madeira, permitindo trazer o exterior para dentro de casa. A pedra utilizada na pista da garagem empresta nobreza ao projeto.

CASA VITÓRIA
A fachada deste projeto é feita em três níveis: o superior, em tons claros intercalados com brises de madeira, o intermediário a céu aberto, e o inferior, emoldurando um vão com pedras. É uma construção moderna e que dispõe de muita luz natural e espaço. Um trabalho imponente, que casou com a vegetação natural do bairro onde foi construído. 

Créditos das fotos

Arthur Casas
Leonardo Finotti - Casa Quinta da Baroneza (São Paulo)
Tucas Reinés - Casa Jardim Paulista (São Paulo)
Tucas Reinés - Casa do Arquiteto em Iporanga (São Paulo)
Tucas Reinés - Residência Santana de Parnaíba (São Paulo)
Studio Arthur Casas - TP Blumenau (Santa Catarina)

David Bastos
Fernando Coelho - Busca Vida 09 (Bahia)
Escritório David Bastos Arquitetos - Casa 14 (Bahia)
Escritório David Bastos Arquitetos - Terra Vista Lote 30 (Bahia)
Escritório David Bastos Arquitetos - Terra Vista Lote 62 (Bahia)
Escritório David Bastos Arquitetos - Terra Vista Lote 31 (Bahia)

Isay Weinfeld
Fernando Guerra - Casa Deck (São Paulo)
Leonardo Finotti - Casa Grécia (São Paulo)
Leonardo Finotti - Casa Marrom (São Paulo)
Cristiano Mascaro - Casa Pau Ferro (São Paulo)
Nelson Kon - Casa Santo Amaro (São Paulo)

Marcio Kogan
Rômulo Fialdini -  Casa 53 (São Paulo)
Nelson Kon -  Casa Paraty (Rio de Janeiro)
Zuleika de Souza e Claudio Dupas - Casa Osler (Brasília)
Nelson Kon - Casa BR (Rio de Janeiro)
Nelson Kon - Casa Corten (São Paulo)

Roberto Migotto
Perspectiva Roberto Migotto - Casa Campinas I 
Perspectiva Roberto Migotto - Casa Cuiabá
Perspectiva Roberto Migotto - Residência São Paulo I
Perspectiva Roberto Migotto - Casa Campinas IV
Perspectiva Roberto Migotto - Casa Vitória 
 

COMENTÁRIOS

Seja o primeiro a comentar!

* Campos obrigatórios. Seu email não será divulgado.