O GROOVE NO OLHAR

Engajada marca húngara transforma aquele antigo disco de vinil em luxuosos óculos.

Quinta, 17 de abril de 2014
Graças ao olhar empreendedor de um designer de óculos húngaro, as sutilezas dos sulcos do vinil e suas ondulações que um dia já fizeram vibrar a agulha de algum toca-discos, se tornam ornamento principal de uma linha de óculos baseada na reciclagem deste material. A engajada marca de óculos húngara TIPTON EYEWEAR, se define como uma marca que acredita no poder da transformação. Ela se serve de seus produtos, para lembrar as pessoas da importância de reciclar, reaproveitar e conservar. Em busca de nova matéria prima para seus óculos, o fundador da empresa Zachary Tipton notou a antiga coleção de seu pai num canto da garagem. Foi então que a ideia surgiu: porque não transformar esse material abundante hoje, em óculos! A ideia tinha tudo para dar certo, já que o vinil é um dos plásticos mais resistentes que existe. 



Três anos se passaram e os irmãos Zach e Zoltan puderam enfim pôr em pratica esta ideia, e lançaram a linha Vinylize. O vinil deu às peças um visual groovy e distinto, em molduras grandes, finas e resistentes.
Mas reciclar é apenas metade da filosofia de sustentabilidade da marca. É preciso ainda criar objetos duráveis! Um método especial foi então desenvolvido para garantir que os sulcos continuem visíveis no produto final. Para isolar e proteger o material de altas temperaturas, as camadas de vinil são fundidas a camadas de acetato de celulose biodegradável (mais uma vez em demonstração de respeito ao meio ambiente).



Hoje, a marca cria diversos modelos luxuosos óculos de qualidade excepcional e totalmente recicláveis que custam cerca de 330.00€.  A Tipton também produz charmosas caixas para óculos, que custam 25€. Nós, do Anual Design, selecionamos aqui para vocês alguns modelos da linha Vinylize. 




Veja abaixo o vídeo que mostra o processo de produção dos óculos: 













COMENTÁRIOS

Seja o primeiro a comentar!

* Campos obrigatórios. Seu email não será divulgado.