BERNADINO LUINI E I SUOI FIGLI

Nesta semana, em sua coluna Escala de Milão, Soraya Brixi traz a arte Lombarda do “Cinqüecento” na exposição BERNARDINO LUINI E I SUOI FIGLI

Quarta, 26 de março de 2014
Um dos eventos culturais da Semana de Design de MIlão, com o  apoio do Salão Internacional do Móvel, será a grande retrospectiva “Bernardino Luini e i suoi figli” (Bernardino Luini e seus filhos), apresentando móveis, afrescos, desenhos, esculturas em madeira e mármore, dentre outros, na maior exposição já dedicada a um dos protagonistas da arte do “Cinquecento” na Lombardia.


Madonna del Roseto - Milano, Pinacoteca di Brera ©

Um século inteiro de arte lombarda estará presente no Palazzo Reale, em uma seleção de 200 obras de um  dos artistas mais importantes da história da arte milanesa e italiana, cujo  trabalho e a sua própria personalidade contribuíram para construir a identidade de Milão.


Bernardino Luini, Presentazione di Gesù al Tempio, affresco, Saronno, Santuario della Beata Vergine dei Miracoli ©

Nascido em Dumenza, no Lago Maggiore, Bernardino Luini foi principalmente pintor de afrescos,  realizados não somente em Milão, para onde se mudou em 1500, mas também em outras cidades. Suas pinturas, por séculos, representaram uma sorte de identidade figurativa da Lombardia, segundo afirmam os curadores da mostra Giovanni Agosti e Jacopo Stoppa.


Bernardino Luini, Gesù Bambino con l’agnello, Milão, Pinacoteca Ambrosiana ©

A exposição, instalada nas salas do andar nobre do Palácio Real e na Sala das Cariátides, apresentará o inteiro percurso do artista, das pesquisas da juventude aos quadros da maturidade, com seu olhar, de um lado, para o trabalho dos seus contemporâneos (Bramantino, Lorenzo Lotto, Andrea Solario, Giovanni Francesco Caroto e muitos outros) e,  do outro, para  a trajetória artística dos filhos de Luini e em particular do mais jovem, Aurélio. 


Bernardino Luini-  Susanna e i vecchioni - Isola Bella, Coleção Borromeo ©

Além das obras provenientes, sobretudo de coleções de Milão, como da Pinacoteca di Brera e do Castelo Sforzesco, a exposição contará com empréstimos europeus do Louvre e do Jacquemart-André de Paris, do Albertina de Viena, o Szépmüvészeti  Muzeum de Budapeste e dos museus americanos de Houston e Washington.


Bernardino Luini, Ritratto di signora, Washington, National Gallery of Art ©


Bernardino Luini, Ritratto di signora, Musée du Louvre, Paris ©


Aurelio Luini, Compianto su Cristo, Milão, San Barnaba ©

O projeto expositivo é do arquiteto Piero LIssoni, com iluminação executada pela Flos e a visitação ao público será aberta a partir de 9 de abril, quando a entrada para os museus cívicos da cidade de Milão será gratuita para todos os públicos, durante a Semana de Design.

Imagens:
www.mostraluini.it
www.cosmit.it

Serviço:
Pallazo Reale – Milão
Aberta ao Público a partir de 09 abril a 13 de Julho

Didascalie
1. Bernardino Luini, Madonna con il Bambino (Madonna del roseto), tavola, cm
70 x 63, Milano, Pinacoteca di Brera, Reg. Cron. 331
2. Bernardino Luini, Presentazione di Gesù al Tempio, affresco, Saronno, Santuario della Beata Vergine
dei Miracoli
3. Bernardino Luini, Ritratto di signora, tavola, cm 77 x 57,5, Washington,
National Gallery of Art, Andrew W. Mellon Collection, inv. 1937.1.37
4. Bernardino Luini, Gesù Bambino con l’agnello, tavola, cm 28 x 25, Milano,
Pinacoteca Ambrosiana, inv. 82
5. Bernardino Luini, Susanna e i vecchioni, tavola, cm 46 x 38,5, Isola Bella, collezione
Borromeo

COMENTÁRIOS

Seja o primeiro a comentar!

* Campos obrigatórios. Seu email não será divulgado.