DESIGN-ARTE > DESIGN

Angela Borsoi fala um pouco sobre o trabalho de Rob Sweere, na Holanda, e de Ronaldo Fraga e Heloísa Crocco, aqui no Brasil.

Terça, 17 de dezembro de 2013
Árvore do amor, natureza e bate-papo - obra do artista holandês que convida o público a interagir: Conectar as pessoas com a natureza é inspirador para uma boa conversa, não?
Esta é a idéia da obra criada pelo holandês Rob Sweere em um parque de Leiderdorp na Holanda que, convidado a participar de uma mostra a céu aberto, o artista desenvolveu uma espécie de 'gazebo futurista' em forma de arco ao redor da “árvore do amor”  (o nome vem das folhas em formato de coração). Daí nasceu 'Contemplatorium – Love Tree'.


EM FORMA DE ARCO, A ' INSTALAÇÃO'  DE SWEERE É EQUIPADA COM DOIS BANCOS  EM SEU INTERIOR, UM EM CADA LADO DA ESTRUTURA: " DE DENTRO, É POSSÍVEL CONTEMPLAR A LUZ DO SOL, O VERDE DAS PALANTAS  E O AZUL DO CÉU", DIZ O ARTISTA.


A OBRA CONTEMPLATORIUM – LOVE TREE  TEM ACABAMENTO ASSÉPTICO, BRANCO, QUE CRIA UM VISUAL CHOCANTE À PRIMEIRA VISTA, POIS ESTA INSTALAÇÃO TORNA O VERDE AO SEU REDOR AINDA MAIS DESLUMBRANTE!

Para o artista, que já produziu dezenas de instalações em meio à área verde, a estética escolhida  não poderia ser diferente: “No meu trabalho, sempre busco uma conexão com a natureza. Se interfiro no meio ambiente como artista,  não devo fazer isso de forma discreta.  Acontece que sou um ser humano e tudo que faço carrega essa marca muito importante, que deve ser valorizada”,  defende Sweere.
Assim como, também vemos em outra de suas obras, a câmara de meditação 'The Hub', onde o artista holandês provoca uma experiência orgânica para o visitante que se encontra em seu interior:  "Uma  câmara de meditação calmante, na obra arquitetônica vermelha, escondida  dentro da floresta".


OS CABOS LIGADOS ÀS ÁRVORES PRÓXIMAS SUSPENDEM A 'FORMA' ENVOLVENTE, EM VERMELHO, COMO A SUPERFÍCIE DA TERRA, NUMA SUAVE INSTALAÇÃO, CONTRASTANDO DE FORMA ELOQUENTE cOM TODO VERDE AO SEU REDOR!



Rob Sweere explica: “Meus objetos de arte não são feitos para se comtemplarem. Eles são instrumentos para conectar as pessoas com os elementos naturais, com outras pessoas ao redor e com elas mesmas”.

Também falando de nossa 'Terra Brasilis', é impossível esquecer o projeto “Design na Pele”, que ganha versão em livro lançado por Ronaldo Fraga e Heloísa Crocco na Casa Brasil deste ano.  Com o apoio do Centro das Indústrias e Curtumes do Brasil (CICB), o famoso estilista mineiro assinou o projeto com a premiada artista plástica gaúcha, que recentemente esteve em Brasília a convite da ABD (Associação Brasileira de Designers de Interiores) para nos falar de seu trabalho.


EM NOVEMBRO, HELOISA CROCO, CONVIDADADA PELA REGIONAL DF DA ABD (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE DESIGNERS DE INTERIORES), APRESENTOU UM POUCO DE SEU TRABALHO EM PALESTRA MINISTRADA NA MORAR MAIS BRASÍLIA/2013.


Ambos designers criaram novos modelos de couro e outros produtos feitos a partir da matéria-prima. Essa mistura de moda, artesanato e design pode ser conferida no livro “DESIGN NA PELE” que agora nos trás uma coletânea dos trabalhos desenvolvidos pela dupla, em publicação de 88 páginas que nos mostra desde o processo criativo, até o produto final.



Além do registro em imagens, cinco curtas gravados em português, inglês, espanhol, italiano e mandarim, também vão mostrar as etapas dessa parceria.



A coleção inclui revestimento de paredes, bolsas, calçados, porta-retratos, toalhas de mesa, puxadores, molduras e peças de vestuário.

Bem...  Encerro aqui com esta frase:
"Designers e artistas serão os líderes da inovação, no século 21"!

Obrigada.

COMENTÁRIOS

Marco Seifert 17/12/2013 07h45

mais uma vez é provada a função determinante e de grande importancia do DESIGNER, o profissional que por competencia, preparação e especialmente paixão, sabe reunir, colocar, pôr, distinguir, misturar todos os elementos necessarios, para poder criar o melhor ambiente para que possamos morar e viver melhor.

* Campos obrigatórios. Seu email não será divulgado.