Mariscal, o criativo dos criativos.

Quadrinhos, ilustrações, mobiliário, design têxtil e de ambientes, esculturas, pinturas e animações dão vazão à criatividade do designer.

Terça, 22 de outubro de 2013
Javier Mariscal diz que criatividade é para todos, é condição básica do ser humano, assim como respirar. Pode até ser, mas me arrisco a dizer que só alguns fazem realmente a diferença e conseguem desenvolver o dom. E neste quesito Mariscal, um dos maiores designers da atualidade, está no topo, talvez por se deixar conduzir por sua criatividade.



O antológico mascote Cobi, dos Jogos Olímpicos de Barcelona, realizados em 92, apresenta boa parte das características marcantes da linguagem de Mariscal, a mistura entre traços cubistas, formas sintéticas e cores, o que torna o trabalho do designer marcante e expressivo.



Mariscal é um designer à frente de seu tempo. Já adota há décadas em seu estúdio características de um design total, com a prática do design sem sua divisão em habilitações. Com 63 anos, é criador de histórias em quadrinhos, ilustrações gráficas e industriais, mobiliário, design têxtil, esculturas, pinturas, animações e design de ambientes. Espanhol, é conhecido pelos funcionários de seu studio como Chaví, e é de lá que saem as criações que irão lançar-se pelo mundo fundamentalmente como produtos de design, o que para Mariscal é um fator importante: ele não é um artista e se denomina como aquele que desenha peças que devem ser reproduzidas em larga escala, vendidas e utilizadas. Aliás, a ligação de Mariscal com a indústria sempre foi forte, seu design foi vendido para a multinacional de roupas H&M, para a marca de vodca Absolut, para as bonecas Hello Kitty e também para um partido sueco que encomendou ao designer um novo símbolo. No Brasil, Mariscal pode ser visto nas prateleiras de lojas como a Tok&Stok, em sua linha de homewear. Esta parceria com a marca gerou a exposição 'Todas as Cores de Mariscal', ocorrida neste semestre em São Paulo. Bela relação entre o mercado e a cultura.




Em 2012, Mariscal concorreu ao Oscar de melhor longa de animação com ‘Chico e Rita’, em que seu desenho marcante e colorido fez casamento perfeito com o estilo cubano, levando às telas um lindo passeio pela Havana de antes da revolução, ao som do bolero caribenho da década de 40.
Além do mascote Cobi, entre os trabalhos historicamente mais importantes de Mariscal, está o banco ‘Duplex’, concebido em 1980 e exposto em uma mostra inteiramente dedicada ao estilo Memphis, ocorrida naquela década na Itália.



Aliás, Javier Mariscal se enquadra perfeitamente no estilo Memphis, tendo mantido o melhor da pós modernidade. Todo esse trabalho fez com que ele se tornasse símbolo de uma contemporaneidade livre de paradigmas para a criação, abrindo portas para que outros designers trilhem o caminho da criatividade, sem medo e sem limites.

Para conferir mais do trabalho de Mariscal Javier, vale visitar seu site oficial: www.mariscal.com

COMENTÁRIOS

Seja o primeiro a comentar!

* Campos obrigatórios. Seu email não será divulgado.