UM REFÚGIO ASSINADO POR JOÃO ARMENTANO

Residência de linhas retas e linguagem moderna para uma família que gosta de ficar ao ar livre e praticar esportes náuticos.

Sábado, 07 de setembro de 2013
Esta casa, projetada pelo arquitetorio João Armentano para um casal com filhos adolescentes, é prática, espaçosa e integrada à natureza. Localizada às margens da represa de Ibiúna, interior paulista, a residência atendeu perfeitamente aos desejos dos proprietários que gostam da vida ao ar livre e de esporte náuticos. Ela se tornou um refúgio para a família.



A construção possui linhas retas, tira partido da textura dos revestimentos e explora as aberturas generosas e transparências com o objetivo de valorizar a paisagem natural. A opção do arquiteto foi pela simplicidade e padronização nos acabamentos. Como o uso dos tijolos queimados que compõem a fachada e paredes internas. A casa ganhou com isso uma linguagem contemporânea e uma atmosfera acolhedora. Os blocos aparentes depois de impermeabilizados receberam uma fina camada de pátina, conquistando um efeito sofisticado.



A resistência dos materiais utilizados também foi uma preocupação do arquiteto que optou pelo cimento polimérico para o piso dos ambientes de estar. É um piso impermeável, resistente a impactos, fácil de limpar e que por ser contínuo, dispensa juntas de dilatação. As grandes portas de vidro são responsáveis pela integração da casa com a vista da represa. A piscina de dimensões generosas: 5 por 17,5 metros foi revestida de pastilha cerâmica e possui reciclagem da água por meio de um filtro, evitando o desperdício. Um degrau interno forma um banco nas laterais.



Com pé-direito duplo, a sala de estar tem continuidade na varanda através dos panos de vidro. Nos dias mais frios, uma lareira deixa o ambiente mais aquecido. A chaminé é camuflada por tubos em inox, dispensando aberturas na parede. O acesso ao pavimento superior se dá por escada leve que tem inspiração náutica. É feita em alumínio com piso em madeira e iluminada por uma claraboia.



Na área íntima da residência, João Armentano optou por um piso em madeira (carpete de madeira). A porta pivotante tem uma estrutura metálica com réguas de Cumaru que vira um painel quando fechada, garantindo a privacidade.


Fotos: Pedro Rubens

Para saber mais sobre este profissional, clique aqui.

COMENTÁRIOS

Seja o primeiro a comentar!

* Campos obrigatórios. Seu email não será divulgado.