EL NIEMEYER

Primeira obra do ícone da arquitetura na Espanha, o Centro Cultura traz os traços característicos de Niemeyer para revitalizar Avillés.

Sábado, 13 de julho de 2013
O Centro Cultural Internacional Oscar Niemeyer, conhecido como "El Niemeyer" é a primeira obra do arquiteto na Espanha. O complexo cultural está localizado em Avilés - Astúrias, região norte do país. Inaugurado em 25 de março de 2011 com show de jazz de Woody Allen, faz parte de um programa de revitalização da cidade, incluindo o rio e o porto, criando um espaço de lazer, cultura e convivência.



A história do projeto começou com o Prêmio Príncipe das Astúrias recebido por Niemeyer em 1989. Em2005, a Fundação Príncipe das Astúrias que confere a premiação pediu a todos os galardoados uma colaboração especial. Esperavam algo como uma conferência, mas Niemeyer argumentou que o que sabe fazer são projetos e ofereceu-lhe o Centro Cultural.



O Complexo é composto por quatro edifícios, implantados em uma praça aberta ao público que funciona como mediação entre o Centro Cultural e a cidade. O primeiro edifício é o auditório para cerca de 1100 pessoas, sem caixas, composto apenas por uma única audiência e com 26 metros de altura. No fundo do palco há uma porta vermelhade 20 por 5 metros, contrastando com a cor branca do prédio. Semelhante ao projeto de Niemeyer para o Auditório do Ibirapuera, a abertura dá opção de apresentações também para a plateia externa,na praça. O auditório é ligado ao segundo prédio, o do Museu em forma de cúpula, por uma passarela.



No Museu, o arquiteto optou por contrastar a simplicidade da cúpula externa com um ambiente interno moderno, onde projetou o piso intermediário cobrindo parte do grande salão e criando níveis diferentes, dando interior um aspecto leve e variado. Destaque para o lustre projetado pelo arquiteto.



La Torre é terceiro edifício, um mirante envidraçado, circular e suspenso a 13 metros de altura, onde se localiza o restaurante. Ele oferece vista para o rio e tem acesso através de uma rampa em espiral. Por último, o quarto edifício, polivalente, que abriga: o Filme Center, administração, espaços para ensaios, reuniões e conferências. Niemeyer explica que trabalhou o prédio da administração como um bloco todo envidraçado sobre pilotis, procurando atender em primeiro lugar a flexibilidade interna.



A arquitetura das construções tem todas as peculiaridades da obra de Oscar Niemeyer: as curvas, o concreto, a cor branca, a clareza e o significado que o arquiteto dá às suas criações.

Para saber mais sobre este profissional, clique aqui.

COMENTÁRIOS

Seja o primeiro a comentar!

* Campos obrigatórios. Seu email não será divulgado.