O CÉU NA TERRA

Que tal andar nas nuvens do artista japonês Fujiko Nakaya?

Domingo, 07 de julho de 2013
Quem nunca se imaginou passeando por nuvens branquinhas em um dia de céu azul? A textura, a translucidez, as infinitas formas e até mesmo o cheiro delas povoam o imaginário de pessoas de todas as idades. Brincando com esse lado lúdico das nuvens, o japonês Fujiko Nakaya criou um passeio místico sobre terraços de prédios em Linz, na Áustria, em seu projeto Cloud Parking.




 
Este estacionamento de nuvem, ou neblina, também coloca em questão a diferença entre esses dois fenômenos da natureza. De acordo com o artista, cientificamente, nuvem e neblina são as mesmas coisas, mas conceitualmente há uma grande diferença: enquanto a neblina é considerada "um diálogo com a natureza e revela o inato", as nuvens pertencem ao reino do romantismo. Assim, cada um que passa pela instalação decide se está entre charmosas nuvens ou misteriosas névoas.





A “magia” de trazer as nuvens à terra acontece através de um sistema de névoas de alta pressão e bocais de neblina especialmente criados para este projeto. Diversos fatores externos interferem na instalação, como vento, temperatura e umidade. Esses são os elementos que determinam o quão intensa ou espessa as nuvenzinhas terrestres serão. Realmente uma obra de arte que te deixa nas nuvens!

COMENTÁRIOS

Haruo Mikami 09/07/2013 10h52

Ótima matéria! Muito interessante!

* Campos obrigatórios. Seu email não será divulgado.