Obra monumental

Projeto desenvolvido por Zaha Hadid em 2015 começa a tomar forma na China e impressiona pela grandiosidade

Quinta, 27 de julho de 2017
Passado mais de um ano desde a morte da grande Zaha Hadid, a arquiteta segue impressionando com o seu trabalho. Ainda em 2015, o escritório comandado pela iraquiana e a ADP Ingeniérie divulgaram o projeto do que seria o maior aeroporto do mundo, em Pequim, na China.



O Daxing, como foi batizado o terminal internacional de passageiros, será capaz de receber inicialmente cerca de 45 milhões de passageiros por ano. Ele será diretamente ligado às estradas locais e atenderá cerca de 40% do fluxo de passageiros. A China Southern Airlines e a China Eastern Airlines, duas das maiores companhias aéreas do país, fazem parte do grupo global de empresas de aviação, o SkyTeam Alliance, que encomendou o projeto.



Com uma estrutura arquitetônica moderna e sustentável, a obra tem como premissa ser utilizada para futuras gerações. O projeto de interiores do aeroporto tem assinatura do escritório Zaha Hadid. Como é marca dos trabalhos da arquiteta, o promete conter os traços futuristas e curvilíneos. Inicialmente questões políticas atrasaram a continuidade do projeto, mas recentemente o governo passou a apoiar a construção, que já teve início e tem previsão de entrega para 2019.



Sobre a arquiteta:

Zaha Hadid segue como um dos maiores nomes femininos da arquitetura mundial. O legado da iraquiana impressiona pela ousadia aliada a uma preocupação milimétrica com o conforto e a precisão estética. Tendo as curvas como sua marca registrada, ela já foi conhecida como 'a arquiteta que não conseguia executar seus projetos', extremamente complexos e conceituais, mas nos anos 2000 conquistou o mundo em uma rápida expansão com suas construções icônicas. Zaha faleceu em março de 2016, vítima de um ataque cardíaco.

COMENTÁRIOS

Seja o primeiro a comentar!

* Campos obrigatórios. Seu email não será divulgado.