Prêmio Pritzker 2017

Arquitetos Rafael Aranda, Carme Pigem e Ramon Vilalta foram anunciados vencedores da premiação

Quarta, 01 de março de 2017

Marquise Restaurante Les Cols
Foto: Hisao Suzuki


Os três arquitetos catalães Carme Pigem, Rafael Aranda e Ramon Vilalta foram nomeados vencedores do Prêmio Pritzker 2017. Nascidos em Olot, na Espanha, os três trabalham juntos desde 1988 à frente do RCR Arquitectes.


Rafael Aranda, Carme Pigem e Ramon Vilalta.
Foto: Javier Lorenzo Domínguez


Os projetos do trio se destacam principalmente por suas técnicas construtivas, com uso de cor, luz natural e transparências. Em sua 39ª edição, essa é a primeira vez que o Pritzker é concedido a um trio de profissionais. 


Soulages Museum.
Foto: Hisao Suzuki



Soulages Museum.
Foto: Hisao Suzuki


A maioria dos projetos de Aranda, Pigem e Vilalta foi construída na Europa, especialmente na Península ibérica e na Espanha. “A colaboração desses três arquitetos produz uma arquitetura austera de nível poético, representando um trabalho atemporal que reflete grande respeito pelo passado, ao passo que projeta a clareza do presente e do futuro”, disse Glenn Murcutt, Presidente do Júri deste ano.


Vinícola Bell–Lloc.
Foto: Hisao Suzuki


Em 2013, os arquitetos tiveram a iniciativa de fundar a RCR BUNKA, fundação que visa apoiar a arquitetura, a paisagem, as artes e a cultura em toda a sociedade. Entre os prêmios que o trio já recebeu estão o Prêmio Nacional de Cultura em Arquitectura 2005 concedido pelo Governo da Catalunha; o Chevalier de l’Ordre des Arts et des Lettres 2008 e 2014 da França. Além disso, Aranda, Pigem e Vilalta ainda são membros honorários do American Institute of Architecture (AIA) em 2010.

Clique aqui para saber mais sobre o prêmio Pritzker e os ganhadores das edições anteriores.

COMENTÁRIOS

Seja o primeiro a comentar!

* Campos obrigatórios. Seu email não será divulgado.