HERMÈS MADE IN CHINA

Os chineses abriram o olho com a Hermès. A grife que em 2010 inaugurou a Shang Xia, sua marca específica para o país, (…)

Quinta, 06 de outubro de 2011
Os chineses abriram o olho com a Hermès. A grife que em 2010 inaugurou a Shang Xia, sua marca específica para o país, pouco depois arrematou um quarteirão em Xitiandi em Xangai para fazer a exposição Leather Forever, onde conta a história dos seus produtos. O curador da mostra foi Olivier Saillard, diretor do museu Galliera em Paris.
 
 
A mostra teve um foco educativo e sensorial. Logo na primeira sala, peças gigantescas em couro, sobrepostas e já tingidas podiam ser tocadas, amassadas e movidas. O objetivo era mostrar aos consumidores chineses que o valor de um produto começa na sua matéria-prima. Nesta mesma sala, podia-se acompanhar o trabalho artesanal de produção de uma bolsa Birkin. Na parte de trás ficavam manequins segurando bolsas vintage das mais diversas épocas.
 
 
No segundo salão outros produtos da marca como carteiras, malas, botas e até selas foram expostos. A Hermès marcou pontos ao despertar a curiosidade e o desejo de consumidores jovens, endinheirados e que ainda estão formando seus valores. É fácil acostumar-se com o melhor.

COMENTÁRIOS

Seja o primeiro a comentar!

* Campos obrigatórios. Seu email não será divulgado.